Centro de Estudos Medievais - Oriente & Ocidente


Notas de Memória - Cemoroc e Escola Pública
 

Nota I. Atividades do Cemoroc com as Escolas Públicas
interação com a EMEFM Vereador Antonio Sampaio (VAS), desde 2009

Como se sabe, o Cemoroc, além de um Centro de pesquisas avançadas, traz em si uma característica típica da Faculdade de Educação da USP: o de estender suas atividades a escolas públicas. Esta página e a seguinte (dedicada a publicações de artigos de professores do VAS em nossas revistas acadêmicas) são uma memória dessas atividades. Destacamos aqui o VAS, representando todas as muitas outras escolas municipais e estaduais com as quais temos trabalhado, pois o VAS é a principal escola com que interagimos. Nela leciona (e faz essa ponte CemorocChão da escola) nossa atual Diretora de Relações com a Escola Pública, Profa. Dra. Chie Hirose, que une sua brilhante carreira acadêmica (com doutorado e dois pós doutorados na Feusp) a seu trabalho quotidiano de professora alfabetizadora da PMSP e há mais de vinte anos leciona no VAS. É graças a seu empenho e à qualidade dos professores do VAS que devemos esse fecundo e gratificante trabalho (como se sabe, nem sempre se pode esperar – com honrosas exceções – real apoio ou incentivo por parte das direções ou burocracias de escolas estaduais ou municipais que, por vezes, podem ter suas eventuais disfunções...).


XIII Seminário Internacional Cemoroc (2012) – a Dra. Chie Hirose recebe do Dr. Paulo Ferreira da Cunha  o diploma de Pesquisadora do IJI-Univ. do Porto (Foto Jornal da USP). Atualmente, magistrado da Suprema  Corte de Portugal, solicitou à Profa. Chie que realizasse  a  entrevista com ele, publicada em volume em sua homenagem 


O VAS é uma escola municipal, situada na Zona Norte de São Paulo, que nasceu com a missão de acolher filhos de famílias do entorno, em situação social vulnerável. Atualmente, tornou-se também referência em inclusão de alunos surdos, com deficiência, refugiados e imigrantes, e jovens com orientação LGBTQI+. Foi a primeira escola da região a obter elevador para cadeirantes. Foi escolhida como local de votação da comunidade boliviana para as eleições de seu país. Primeira escola da região a ter intérprete de Libras nas aulas do Ensino Médio. Ao contrário dos diretores (os que conhecemos, em média, ficaram por um par de anos), é de destacar que muitos professores têm permanecido por muitos anos na Escola, aprofundando estreitos laços com a Comunidade, em sucessivas gerações, o que dá ainda mais credibilidade a seus Projetos Pedagógicos. Esta página é também uma homenagem aos alunos e à maravilhosa Comunidade do VAS, que nosso Centro tem tido oportunidade de conhecer e de admirar profundamente.


https://www.facebook.com/emefmVAS/photos/a.693754653985633/1900945269933226/


 
2004 - A primeira equipe do VAS que encarou o desafio dos alunos surdos e Educação Inclusiva.




A Velha Guarda do Vas: Juscelino, Mara, Lúcia, Jean, Raimunda, Deolinda, Maria Rosa e Chie (em Seminário Cemoroc –VAS 2016)



Atividades de pesquisadores Cemoroc com Professores (pais/alunos) do VAS

Antes de passar ao registro de atividades, uma nota introdutória.
Em contraponto às da SME (geralmente voltadas para seus próprios objetivos pedagógicos, ligados à esfera político-administrativa), a
s atividades que o Cemoroc tem proporcionado voltam-se para a formação, ampliação e atualização de horizontes acadêmicos, que possam contribuir com a reflexão e a prática do professor em sala de aula e com os Projetos Pedagógicos elaborados pelos próprios docentes.
Assim,  ao longo dos anos, temos proposto temas como:  atualização na mais avançada Psicologia Escolar (Keirsey), a façanha da publicação de artigos autorais de estudantes em revistas acadêmicas internacionais, influências das línguas africanas e indígenas no português do Brasil, Hiatória do Ensino Fundamental da Antiguidade e Idade Média até os dias de hoje,  Pensamento Oriental x Pensamento Ocidental etc. Ao contrário dos cursos de formação "oficiais", a participação nos nossos é voluntária e, felizmente, sempre muito significativa.
Nossos pesquisadores que têm frequentado o VAS para dialogar com os professores (/ alunos / pais) são doutores e notáveis docentes especialistas da FEUSP, FFLCHUSP etc.  Em 2015, chegamos a levar um professor Titular da USP e membro da Real Academia de Letras de Barcelona para dar aula para o 3o. ano do Ciclo de Alfabetização (algo impensável no âmbito político)!!! Impensável também, nos horizontes oficiais, foi trazer a maior especialista do Curso de Árabe da FFLCHUSP para (em 2017) dar diversas aulas de l
íngua e cultura árabes para alunos  surdos e professores de Libras. entusiasmando-os com as inesperadas semelhanças entre as duas línguas!!!





Ano 2019

Neste ano (e no seguinte) não houve presença de nossos pesquisadores no VAS. A Dra. Chie coordenou, porém,  uma iniciativa revolucionária, desta vez no campo editorial: acolher em prestigiosas revistas acadêmicas (a série Coepta) também artigos de  estudantes de Ensino Médio (Cf. p. ex. matérias do Jornal da USP e Folha de São Paulo).
Em rigorosa seleção, artigos de alunos do VAS foram aprovados pelo Conselho Editorial e publicados em nossas revistas Coepta.
Só uma outra escola pública, a Escola Municipal Dr. Napoleão Rodrigues Laureano (Guarujá), conseguiu ter artigos aprovados, graças ao empenho da dedicada equipe da escola, liderada pelos Profs. Drs. Roger Quadros e José Cláudio Diniz Couto.
No VAS, orientados pelas professoras Adriana Vasconcellos e Lis R. Pontedeiro Oliveiro, os alunos autores foram os da primeira foto abaixo (tirada de matéria do Portal da SME-SP - mais fotos na página seguinte). Parabéns aos alunos autores, às famílias, aos professores do VAS e às orientadoras! É de se notar que enquanto escolas particulares naturalmente investiram recursos para amparar as pesquisas de seus alunos e orientadores; o VAS obteve essa conquista, contando somente com seu melhor e único recurso: a coragem, a generosidade e a extraordinária dedicação de suas professoras!


Profa. Chie, Larissa A. C. Britto , Bianca A. L. Jarro, Profa. Lis, Stephani Lima Primo e Profa. Adriana


No dia 2-12-2019, sessão solene de entrega das revistas aos autores no Salão Nobre do Colégio Luterano São Paulo


Ao final da cerimônia de entrega, foi oferecido um Coquetel de Honra para os autores e suas famílias



Ano 2018
A  Profa. Chie convidou o Cemoroc para a  Reunião (19-06) com Pais de seus alunos. O Prof. Dr. Jean Lauand (Feusp) proferiu conferência (com debate): “Família e escola em tempos de mudança – Encontro com pais e alunos do 1o. ano do Ensino Fundamental” (como sempre, o Cemoroc ofereceu um lanche para os presentes na sessão).
 

   

Em  28/02, conferência "Marcas indígenas e africanas no falar brasileiro",  para professores e alunos dos 3os. anos do Ensino Médio



Também em novembro, o Cemoroc promoveu seu XII Encontro de Educação - Novos Horizontes, do qual participaram  como conferencistas as Professoras do VAS: Florice Santos Lima, Mara Lígia Avanzi, Lis R. P. Oliveira e Chie Hirose. A Profa. Florice, "fundadora do VAS", teve como tema: "Meus quarenta anos em Escola Pública".

Ainda em novembro, o VAS é representado no XIII Encontro de Educação do Cemoroc, discutindo o projeto Coepta: processo de construção de trabalhos autorais de jovens estudantes.

Em fevereiro de 2018, o VAS, junto com diversas outras escolas públicas, participa do V Encontro Cemoroc Educação -  Formação de Professores na Escola Pública.


 
Ano 2017

Em novembro, memorável série de conferências de dois Professores Titulares da USP, Aida Hanania e Jean Lauand, para alunos e professores surdos do VAS. E também uma conferência para os alunos e professores de espanhol do Ensino Médio. 

Cultura Árabe para surdos (Aida Hanania)  
 
Profa. Aida, titular de árabe na FFLCHUSP - discute Libras com alunos surdos e professores de Libras





 "Protagonismo autoral acadêmico dos professores da rede pública"

 

  Espanha e Brasil: las vigencias (Jean Lauand - para os alunos de Ensino Médio  / professores de Espanhol)






Ano 2016

Professores do VAS protagonizam o Seminário Cemoroc: “Alfabetização e Letramento na escola municipal de São Paulo – em homenagem póstuma à Profa. Adineia Paula Ventura”. Adineia, adorada pelas crianças e pelos pais, reverenciada  pela Comunidade, viveu o amargor de ter a mais autêntica vocação de educadora limitada pelos poderes escolares.

  
Profa. Adineia


Ano 2015

Seminário Cemoroc Escola Pública no VAS: “Língua portuguesa: dimensões afro e indígena no Brasil” que, além de encontros com professores, incluiu aulas para alunos do VAS: no Ensino Médio, na classe da Profa. Adriana Vasconcellos e a “Brincando com as palavras”, aula do Dr. Jean Lauand (Prof. Titular da Feusp e membro da Real Academia de Letras de Barcelona) para o 3o. ano do Fund.I.






Ano 2014

Em 5 sábados de agosto e setembro, realizamos no VAS mais um Seminário para professores: “Temas pedagógicos e caminhos para a Educação Básica”. Na programação, como sempre, conferências de professores da USP (no caso, da Faculdade de Educação e da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas).

   
Aprofundando na Psicologia de David Keirsey com o especialista Prof. Dr. João Sérgio Lauand  (Feusp-Cemoroc)     



Ano 2013

Realizamos nosso primeiro Seminário de Formação de Professores do VAS: “Temas pedagógicos e caminhos para a Educação Básica”. Com os professores divididos em duas turmas para facilitar seu diálogo com os pesquisadores do Cemoroc.


O Dr. João Sérgio Lauand (Cemoroc) no I Seminário de formação no VAS - "A psicologia de David Keirsey na Escola Pública"


O Dr. Jean Lauand (Cemoroc) no I Seminário de formação no VAS - "A História da Educação Básica na Antiguidade e na Idade Média"

Anos 2009-2010

Ainda não oficialmente, o Cemoroc, por iniciativa de nossa Diretora Chie Hirose, patrocinou dois eventos para sua classe: uma Visita à Aldeia da Comunidade Indígena Guarani Tekoa Pyau - Jaraguá / SP (03-12-10) e 8 sessões de Biodanza, como preparação para a transição da 4a. para a 5a. série (com o Prof. Ilson Barros e Profa. Florice Santos Lima).




"Ritual de Passagem"  com o Prof. Ilson



Profa. Florice e as crianças na aldeia


Prof. Williams Werá Mirim (da aldeia) - Prof. Ilson - Profa Raimunda