Centro de Estudos Medievais - Oriente & Ocidente


Notas de Memória - Cemoroc e Escola Pública


Nota II. O docente como autor em nossas revistas (2007-2020)
Vinte e tantos artigos de professores da EMEFM Vereador Antonio Sampaio (VAS)  


Como se sabe, o Cemoroc, além de um Centro de pesquisas avançadas, traz em si uma característica típica da Faculdade de Educação da USP: o de estender suas atividades a escolas públicas. Esta página e a anterior (dedicada a eventos do Cemoroc no VAS) são uma memória dessas atividades. Desde 1997, temos publicado diversas revistas acadêmicas em coedição com universidades europeias.
Destacamos aqui os autores do VAS nessas revistas, apresentando ao público acadêmico internacional, artigos que recolhem seus estudos e
reflexões sobre Projetos - individuais ou em parceria com colegas - que implementaram na escola. O VAS representa aqui todas as muitas outras escolas municipais e estaduais com as quais temos trabalhado, pois o VAS é a principal escola com que interagimos.


Professores autores do VAS com revistas do Cemoroc



No VAS leciona (e faz essa ponte Cemoroc
–Chão da escola) nossa editor, Profa. Dra. Chie Hirose, que une sua brilhante carreira acadêmica (com doutorado e dois pós doutorados na Feusp) a seu trabalho quotidiano de professora alfabetizadora da PMSP e há mais de vinte anos leciona no VAS. É graças a seu empenho e à qualidade dos professores do VAS que devemos este fecundo e gratificante trabalho editorial (como se sabe, nem sempre se pode esperar – com honrosas exceções – real apoio ou incentivo por parte das direções ou burocracias de escolas estaduais ou municipais que, por vezes, podem ter suas eventuais disfunções...).
Apresentaremos a seguir, por ano de publicação (2020 a 2007), os links de artigos de docentes do VAS (exceto os numerosos artigos "solo" de Chie Hirose) que falam, eles mesmos, diretamente de suas experiências e Projetos
(pedimos aos autores que ainda não o fizeram, que nos enviem uma foto sua na escola para ajuntarmos ao link de seu artigo e completarmos esta página.



XIII Seminário Internacional Cemoroc (2012), Os editors de nossas revistas: a Dra. Chie Hirose e  Dr. Paulo Ferreira da Cunha,
catedrático da Universidade do Porto. Atualmente, ele é magistrado da Suprema  Corte de Portugal  (Foto Jornal da USP) 


O VAS é uma escola municipal, situada na Zona Norte de São Paulo, que nasceu com a missão de acolher filhos de famílias do entorno, em situação social vulnerável. Atualmente, tornou-se também referência em inclusão de alunos surdos, com deficiência, refugiados e imigrantes, e jovens com orientação LGBTQI+. Foi a primeira escola da região a obter elevador para cadeirantes. Foi escolhida como local de votação da comunidade boliviana para as eleições de seu país. Primeira escola da região a ter intérprete de Libras nas aulas do Ensino Médio. Ao contrário dos diretores (os que conhecemos, em média, ficaram por um par de anos), é de destacar que muitos professores têm permanecido por muitos anos na Escola, aprofundando estreitos laços com a Comunidade, em sucessivas gerações, o que dá ainda mais credibilidade a seus Projetos Pedagógicos. Esta página é também uma homenagem aos alunos e à maravilhosa Comunidade do VAS, que nosso Centro tem tido oportunidade de conhecer e de admirar profundamente.


https://www.facebook.com/emefmVAS/photos/a.693754653985633/1900945269933226/


Formatura do Ensino Médio (2005) já com tradulçao em Libras


Lista de Artigos de Professores do VAS em Revistas do Cemoroc

nas revistas Convenit Internacional e International Studies on Law & Education, publicações conjuntas com a Universidade do Porto

0. Artigo de Chie Hirose comentando a Produção dos Professores do VAS (2017)
1.
Artigo ("em defesa do professor-professor") de Chie Hirose (2021)


2020

2. Suzana Nobre & Chie Hirose
“Admiração, sensibilidade e articulação como pontos de integração para o trabalho de recuperação de aprendizagens”


(2016)


2019

Neste ano, o VAS associou-se a uma pioneira iniciativa no campo editorial: concorrer a publicar em prestigiosas revistas acadêmicas (nossa série Coepta, que acolhe também artigos de  estudantes de Ensino Médio - Cf. p. ex. matérias do Jornal da USP e Folha de São Paulo). Em rigorosa seleção, artigos de alunos do VAS foram aprovados pelo Conselho Editorial e publicados em nossas revistas Coepta. Só uma outra escola pública, a Escola Municipal Dr. Napoleão Rodrigues Laureano (Guarujá), conseguiu ter artigos aprovados, graças ao empenho da dedicada equipe da escola, liderada pelos Profs. Drs. Roger Quadros e José Cláudio Diniz Couto.
No VAS, orientados pelas professoras Adriana Vasconcellos e Lis R. Pontedeiro Oliveiro, os alunos autores foram os da primeira foto abaixo (tirada de matéria do Portal da SME-SP - m
ais fotos na página anterior). Parabéns aos alunos autores, às famílias, aos professores do VAS e às orientadoras! É de se notar que enquanto escolas particulares naturalmente investiram recursos para amparar as pesquisas de seus alunos e orientadores; o VAS obteve essa conquista, contando somente com seu melhor e único recurso: a coragem, a generosidade e a extraordinária dedicação de suas professoras!



Profa. Chie, Larissa A. C. Britto , Bianca A. L. Jarro, Profa. Lis, Stephani Lima Primo e Profa. Adriana

 
3. Aluna: Stefani Lima Primo:  “Periferias: sua arte e sua visibilidade” 


Stefani e família na entrega da revista Coepta aos autores (2-12-2009) - Salão Nobre do Colégio Luterano São Paulo

4. Alunos: Bianca A. Lopes Jarro; Larissa A. Calderon Britto; Rafael Tartalho  “Narrando mitologias indígenas: uma experiência em educação”


Na foto, a família de Bianca e a Diretoria do Cemoroc: Jean Lauand, Silvia Colello e Chie Hirose.
Na entrega da revista Coepta aos autores - Salão Nobre do Colégio Luterano São Paulo


Profa. Adriana e família da Larissa no Salão Nobre do Luterano


Larissa, Rafael e Bianca expondo a pesquisa


5. Letícia Paloma de Freitas Pereira Silva  "Deficiência intelectual e diferença: discursos sobre um tema"


Profa. Letícia com seus formandos

 
2018

6. Patricia Sponton    "Estudos sobre a Segunda Guerra Mundial e o Holocausto a partir da leitura do livro Maus"


 
7. Juliana Brito G. de Oliverira "
Educação de surdos e o português como segunda língua: reflexões e uma experiência de ensino"



8. Ana Lúcia Pereira da Silva   "Indicação de leitura – Quatro horas em Shatila"


9. Nancy C. Masson   Breve relato da construção do documento "Ens. Médio em Diálogos: Princípios e Caminhos na Rede Municipal..."


(2017)

10. Renata Ferreira Santos Francisco "Educação bilíngue, um desafio ao poder público: políticas educacionais no âmbito da educação inclusiva e bilíngue"



(2016)



11. Nancy C. Masson "
Breve relato da construção do documento "Ens. Médio em Diálogos: Princípios e Caminhos na Rede Municipal..."


12. Ana Lúcia Pereira da Silva   "Indicação de leitura – revisitando Mahfouz: o universo da Trilogia do Cairo"

 
13. Letícia Paloma de Freitas Pereira Silva  "Cuidados destinados à pessoa com deficiência intelectual: entre normalidade e anormalidade, da exclusão à inclusão"



(2016)


 

2017

14. Lis Régia Pontedeiro Oliveira & Mara Lígia Ribeiro Avanzi  "O que as múmias e as cartolinas podem nos ensinar?"



(2017)
 

(2016)


15. Ana Cláudia Bussanelli "Aprender Inglês brincando"


(2013)


2014

16. Raimunda Pereira do Nascimento Marques (no VAS desde a sua fundação em 1996)  “Ensinando arranjos florais no Fundamental I”


 
(2017)




(2012)

17. Juscelino Passos Pereira de Almeida & Maria Antônia dos Santos “Ensinando História no Fundamental I
 

]  
(2010)



18. Maria Josenita Viana “Breve diálogo com estudantes de Pedagogia

 
(2008)

19. Claudia Alastruey Muntaner   Os surdos na EMEFM Vereador Antonio Sampaio


(2000)
 

20. Wilma Aparecida Trenk  “A prática docente em EAD no contexto da cibercultura


2012

21. Wilma Aparecida Trenk  "A leitura e a coerência textual no trabalho do tradutor"



(2012)


2007

22. Florice Santos Lima; Mara Lígia Ribeiro Avanzi & Chie Hirose "Projeto: Sentindo, Pensando e Aprendendo – uma busca além do ler, escrever e fazer contas", primeiro Projeto de Alfabetição do VAS, 2002-2006. Esse Projeto foi selecionado para participar, representando o Brasil, no 11o. Congreso Internacional de Pedagogía - Memorias de la Pedagogía (2007). 



(2004)



(2005)

 
(2006)


Chie, Rosana, Maria Helena (in memoriam), Mara e Florice, apresentando seu Projeto de Alfabetização em Havana, no 11o.
Congreso Internacional de Pedagogía - Memorias de la Pedagogía (2007).